ATENÇÃO LEITORES DO BLOG - COMENTÁRIOS:
Estou sem tempo para responder os comentários, peço ajuda a pessoas que realmente conhecem a planta da postagem que ajudem a esclarecer a dúvida.

Ainda não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.

Para ver todas postagens - É só clicar no link abaixo:
ÍNDICE GERAL DOS TÓPICOS

30/09/2014

COMO CUIDAR DE BONSAI - Plantas S.CRIS



Durante a realização do 10º VEILING MARKET, conheci  Elton Galli do S. CRIS que produz Bonsais, Kaizuka e Cipreste.
Para quem tem dúvidas de como cuidar, clique no site abaixo, depois na janela “GUIA DE CUIDADOS” e finalmente na planta desejada:


COMO CUIDAR DE BONSAI - Plantas S.CRIS

COMO CUIDAR DE BONSAI - Plantas S.CRIS
COMO CUIDAR DE BONSAI - Plantas S.CRIS
COMO CUIDAR DE BONSAI - Plantas S.CRIS


29/09/2014

DRACENA-COMPACTA - (Dracaena deremensis Compacta)


DRACENA-COMPACTA - (Dracaena deremensis Compacta)

NOME CIENTÍFICO: Dracaena deremensis Compacta

NOME POPULAR: Dracena-compacta

FAMÍLIA: Liliaceae.

CICLO DE VIDA: Perene

ORIGEM: África Tropical.

PORTE: 1 a 2 metros de altura.

FOLHAS: Lineares, disposta em espiral no caule.

FLORES: Inflorescência de valor ornamental secundário, formada por flores de coloração esbranquiçada.

CAULE: Eretos, cilíndricos e lenhosos, com marcas das folhas que vão caindo.

LUMINOSIDADE: Meia-sombra.

Nota: Em local de clima muito quente a luz direta do sol nas horas mais quentes do dia ocasiona a “queima” das folhas.

ÁGUA: Aprecia solo úmido, mas não encharcado, no caso de ausência de chuvas ou cultivada em locais protegidos regar 2 vezes por semana.

CLIMA: Aprecia clima quente e úmido, tolera amenos e não gosta de frio intenso.

PODA: Pode ser realizada na primavera até início do verão.

CULTIVO: Aprecia solo rico em matéria orgânica que deve ser mantido ligeiramente úmido

FERTILIZAÇÃO:  Aplicar NPK, fórmula 10-10-10, cerca de 1 a 3 colheres de sopa (conforme tamanho da planta), aplicar ao redor do caule, nunca junto a ele, incorporar levemente ao substrato e regar em seguida.

UTILIZAÇÃO: Isolada ou em grupos, podendo ser cultivado em ambientes internos em locais com boa iluminação e vasos.

PROPAGAÇÃO: Por estaquia de segmentos do caule.

PREÇO: Pode ser encontrada por R$ 6,00 a R$ 10,00.
 
DRACENA-COMPACTA - (Dracaena deremensis Compacta)
FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei na Tropical Plantas – Gran Flora Veilinge Holambra.

26/09/2014

DIOON-GIGANTE, GUM PALM - ( Dioon spinulosum )


DIOON-GIGANTE, GUM PALM - ( Dioon spinulosum )

NOME CIENTÍFICO: Dioon spinulosum.

Nota: “Dioon” deriva do grego que significa “dois ovos” pois suas sementes são em pares e “spinulosum” deriva do latim que significa espinhoso.

NOME POPULAR: Dioon-gigante, cica-dioon, Gum Palm.

FAMÍLIA: Zamiaceae.


CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: México.

PORTE: Chega a atingir mais de 12 metros de altura.

FOLHAS: Chegam a medir 2metros de comprimento, com 120-240 folíolos, que tem pequenos espinhos marginais.
 
DIOON-GIGANTE, GUM PALM - ( Dioon spinulosum )
FLORES: Não produz inflorescências, os órgãos reprodutores são formados a partir de folhas modificadas.

FRUTOS: São plantas dioicas (com plantas masculinas e femininas separadas). O cone feminino tem até 80 cm de comprimento, pesando mais de 15 kg, com quase 300 sementes que medem de 4 a 5 cm de comprimento. Os cones masculinos são menores (cerca de 55 cm).

Nota: Somente é produzido um cone em cada ciclo reprodutivo que demora de 3 a 4 anos.

TRONCO: Ereto, raramente ramificado, chega atingir 40 cm de diâmetro.

LUMINOSIDADE: Meia-sombra ou sol pleno.

ÁGUA: Gosta de solo ligeiramente úmido, mas nunca encharcado.

CLIMA: Tropical e Sub Tropical.

PODA: Não necessária, apenas as folhas secas podem ser cortadas.

CULTIVO: Não é exigente em relação ao tipo de solo, mas eles deverão ter boa drenagem.

FERTILIZAÇÃO: Aplicar NPK, fórmula 10-10-10, cerca de 1 a 3 colheres de sopa (conforme tamanho da planta) ao redor do caule, nunca junto a ele, incorporar levemente e regar em seguida.

UTILIZAÇÃO: De grande destaque nos jardins como planta isolada ou em composição com outras plantas.
 
DIOON-GIGANTE, GUM PALM - ( Dioon spinulosum )
Nota: Não é aconselháveis plantar próximo a lugares de passagem devido seus espinhos e arestas cortantes, usar luvas ao manusear.

PROPAGAÇÃO: Por sementes.

PLANTA TÓXICA: Todas as partes das plantas são venenosas se ingeridas.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei na Tropical Plantas no Gran Flora do Veiling de Holambra.

25/09/2014

TAMAREIRA, TÂMARA - ( Phoenix dactylifera )




TAMAREIRA, TÂMARA - ( Phoenix dactylifera )


NOME CIENTÍFICO: Phoenix dactylifera.


NOME POPULAR: Tamareira, datileira, fênix-de-tâmara, palmeira-de-tâmara.



FAMÍLIA: Arecaceae (Palmae).



CICLO DE VIDA: Perene.



ORIGEM: Norte da África, Oriente Médio, Paquistão e Noroeste da Índia.



PORTE: De 15 a 30 metros de altura.



FOLHAS: Pinadas, de coloração verde azulada, chegam a atingir mais de 3 metros de comprimento, quando novas ficam aprumadas e com o passar do tempo tornam-se arqueadas, os folíolos da base da folha são transformados em grandes espinhos.

 
TAMAREIRA, TÂMARA - ( Phoenix dactylifera )

FLORES: Inflorescências que despontam a partir da base das folhas, é uma planta dióica, ou seja possui flores masculinas e femininas em plantas distintas.

TAMAREIRA, TÂMARA - ( Phoenix dactylifera ) - Flores masculinas
Flores femininas


FRUTOS: De formato oval e coloração amarelo-alaranjado, passando para castanho claro e finalmente quando bem maduros adquirem a cor marrom escuro

 


TRONCO: Chega atingir cerca de 45 cm de diâmetro, ficando recoberto por muitos anos com a base de folhas que caíram ou foram cortadas.


 
TAMAREIRA, TÂMARA - ( Phoenix dactylifera )

LUMINOSIDADE: Sol pleno.



ÁGUA: Principalmente quando a planta for jovem ou recém-plantada o solo deve ser mantido ligeiramente úmido, mas nunca encharcado.


CLIMA: Aprecia clima quente.



PODA: Retirar brotações laterais para deixar uma planta única, também folhas secas podem ser cortadas.



CULTIVO: Por ocasião do plantio da muda, abra uma cova com pelo menos o dobro do tamanho do torrão na profundidade e três vezes maior na largura, misture bem composto orgânico na terra retirada.



Nota: Do plantio a produção demoram em torno de 4 anos, no nordeste do Brasil esse tempo foi conseguido na metade do tempo.



FERTILIZAÇÃO: Não é muito exigente em relação a solo e fertilizantes, mas a aplicação de um pouco de composto orgânico ou esterco animal muito bem curtido ao redor do caule (não junto a ele), irá ajudar num melhor desenvolvimento.



UTILIZAÇÃO: É cultivada principalmente pela produção do fruto, mas nada impede de ser utilizada também como planta ornamental em grandes jardins.


PROPAGAÇÃO: Por sementes, rebentos e cultivo de tecidos.



Nota: As sementes germinam em torno de 60 dias.



FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei na chácara onde moro em Mogi Mirim / SP.
Flores femininas e da Fruta serão substituídas em breve.