ATENÇÃO LEITORES DO BLOG - COMENTÁRIOS:
Estou sem tempo para responder os comentários, peço ajuda a pessoas que realmente conhecem a planta da postagem que ajudem a esclarecer a dúvida.

Ainda não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.

Para ver todas postagens - É só clicar no link abaixo:
ÍNDICE GERAL DOS TÓPICOS

16/04/2014

HERA-JAPONESA, FALSA-VINHA - ( Parthenocissus tricuspidata )



Trepadeira semi-lenhosa.

NOME CIENTÍFICO: Parthenocissus tricuspidata.

Nota: o termo “tricuspidata” significa três pontas, referindo-se à forma da sua folha.

NOME POPULAR: Hera-japonesa, falsa-vinha,

SINONÍMIA: Ampelopsis tricuspidata, Cissus thunbergii.

FAMÍLIA: Vitaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Ásia: China, Coreia, Japão.

PORTE: Pode atingir mais de 30 metros, desde que tenha suporte adequado.

FOLHAS: Simples, alternas, com coloração verde, brilhantes, com três lóbulos, semelhantes as da parreira, caem no inverno, voltando a surgir na primavera.
 
HERA-JAPONESA, FALSA-VINHA - ( Parthenocissus tricuspidata )
FLORES: De cloração esverdeada, de pouco efeito ornamental.

FRUTOS: De coloração azul escuro, medem de 5-10 mm.

TRONCO: Semi-lenhoso, com ramagem com gravinhas modificadas , tem as extremidades pegajosas que aderem em qualquer superfície.

LUMINOSIDADE: Meia-sombra, sol pleno

ÁGUA: Aprecia solo úmido, mas não encharcado, regar de 1 a 2 vezes por semana, não descuidando quando a planta ainda for jovem.

CLIMA: Subtropical e Temperado.

PODA: Não necessita de podas frequentes para conter crescimento.

Nota: Se desejar remover a planta sem danificar a parede, o caule principal deve ser cortado e aguardar um tempo de forma que ela possa ser facilmente retirada.

CULTIVO: Gosta de solo rico em matéria orgânica, por ocasião do plantio das mudas faça substituição do solo ou incorpore ao mesmo composto orgânico ou esterco de gado sempre bem curtido.

FERTILIZAÇÃO: Após 6 meses do plantio, aplique ao redor do caule nunca junto a ele NPK fórmula 10-10-10

UTILIZAÇÃO: Indicada para recobrir paredes, muros, cercas e também utilizada como forração.

PROPAGAÇÃO: Por estaquia e por sementes.

PREÇO: O saquinho de muda estava sendo comercializado por R$ 1,75.
 
HERA-JAPONESA, FALSA-VINHA - ( Parthenocissus tricuspidata )
FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei em Holambra / SP.
Nota: A primeira foto é da Wikipedia, the free encyclopedia, que será trocada futuramente.

14/04/2014

SINGÔNIO - ( Syngonium angustatum )



Semi-herbácea ascendente.
SINGÔNIO -  ( Syngonium angustatum )
NOME CIENTÍFICO: Syngonium angustatum

NOME POPULAR: Singônio.

SINONÍMIA: Syngonium gracilis, Syngonium albolineatum.

FAMÍLIA: Araceae.

CICLO DE VIDA: Perene

ORIGEM: América Central, Nicarágua.

PORTE: Se cultivada em solo, chaga atingir comprimentos indefinidos.

FOLHAS: Bastante ornamentais, em plantas jovens se apresentam de coloração verde clara com nervuras brancas, depois de adultas são verdes, de tamanho maior com três lobos sendo um maior. 

SINGÔNIO -  ( Syngonium angustatum )
SINGÔNIO -  ( Syngonium angustatum ) - Folha planta jovem
 
SINGÔNIO -  ( Syngonium angustatum ) - Folha planta adulta
Nota: A diferença entre as folhas é bem acentuada, dando a impressão de serem plantas diferentes.
 
SINGÔNIO -  ( Syngonium angustatum )
FLORES: Produz flores de espata de coloração rosada, mas de importância ornamental secundária.

TRONCO: Caule flexível e volúvel (se enrolam em estruturas que encontram).

LUMINOSIDADE: Meia-sombra ou luz difusa

ÁGUA: Aprecia solo úmido, mas não muito encharcado.

CLIMA: Quente. Não tolera geada intensa.

PODA: Pode ser desbastada para conter volume e crescimento.

CULTIVO: Aprecia solo rico em matéria orgânica mantida úmido.

FERTILIZAÇÃO: Aplicar NPK, fórmula 10-10-10, de preferência em líquido, a cada 2 a 3 meses sempre a metade indicada na embalagem.

UTILIZAÇÃO: Em vasos com utilização de suportes (arame, treliça de bambu, coluna de fibra de coco, etc.), forração sob árvores e canteiros a meia sombra.

Nota: Encontrando suporte de árvores, sobe e atinge grandes dimensões

PLANTA TÓXICA: Por ser tóxica, quem tem crianças pequenas e animais de estimação deve ter cuidados.

PROPAGAÇÃO: De forma bem fácil, por estacas feitas em qualquer época do ano, mas de preferência na primavera.

PREÇO: A cesta, tamanho C21, estava sendo comercializada por R$ 5,95.
 
SINGÔNIO -  ( Syngonium angustatum ) - Planta comercializada
FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei na chácara onde moro em Mogi Mirim e em Holambra/SP.

SINGÔNIO -  ( Syngonium angustatum )

10/04/2014

ATAQUE DE LAGARTAS EM PLANTAS

Todas lagartas viram borboletas ou falenas e se alimentam de uma determinada espécie de planta.
A presença de borboletas indica, geralmente, que o ecossistema está saudável.
Mesmo não tão eficientes quanto as abelhas, elas têm um papel de polinizar as flores
Mas uma quantidade exagerada de lagartas sem a presença de  predadores, que são os pássaros, poderá causar sérios problemas nas plantas.
A única saída é reduzir um pouco esta quantidade com aplicação de inseticida próprio para ser usados em plantas.
São facilmente encontrados em gardens, casas agropecuárias e grandes supermercados que também vendem plantas.
Eu particularmente como gosto de borboletas e muito mais de minhas plantas procuro reduzir um pouco a população, para que não façam um estrago muito grande.

ATAQUE DE LAGARTAS EM PLANTAS
ATAQUE DE LAGARTAS EM PLANTAS
ATAQUE DE LAGARTAS EM PLANTAS
ATAQUE DE LAGARTAS EM PLANTAS
FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei na chácara onde moro em Mogi Mirim - SP

05/04/2014

ROSA-LOUCA, CONFEDERATE-ROSE - ( Hibiscus mutabilis)


ROSA-LOUCA, CONFEDERATE-ROSE - ( Hibiscus mutabilis)

NOME CIENTÍFICO: Hibiscus mutabilis.

Nota: Recebeu o nome de “mutabilis” pelo fato de suas flores nascerem de coloração branca e com o passar das horas do dia vão se tornando rosa.

NOME POPULAR: Rosa-louca, rosa-de-são-francisco, rosa-paulista, aurora, papoula-de-duas-cores, rosa-de-jericó, malva-rosa, Confederate rose (inglês).

SINONÍMIA: Ketmia mutabilis, Albelmoschus mutabilis.

FAMÍLIA: Malvaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: China.

PORTE: De 3 a 4 metros de altura.

FOLHAS: Grandes, com bordos serrilhados, textura áspera e nervuras bem definidas.
 
ROSA-LOUCA, CONFEDERATE-ROSE - ( Hibiscus mutabilis)  
Nota: Apesar de perenes, em regiões com clima bem definido, podem cair no inverno.
 
ROSA-LOUCA, CONFEDERATE-ROSE - ( Hibiscus mutabilis)
FLORES: Surgem no outono, podem ser simples e dobradas, são grandes solitárias, abrem brancas pela manhã e passam gradativamente a róseas e avermelhadas.

ROSA-LOUCA, CONFEDERATE-ROSE - ( Hibiscus mutabilis) - No inicio são brancas
ROSA-LOUCA, CONFEDERATE-ROSE - ( Hibiscus mutabilis) - No final da tarde rosas
ROSA-LOUCA, CONFEDERATE-ROSE - ( Hibiscus mutabilis) - No inicio são brancas - 24h00 depois

TRONCO: Ereto e ramificado, de textura semi-lenhosa.

LUMINOSIDADE: Sol pleno ou meia-sombra.

ÁGUA: Aprecia solo mantido úmido mas não encharcado.

CLIMA: Pode ser cultivada em diversos tipos de clima e tolera geada fraca.

PODA: Além de podas de formação, a planta pode ser conduzida como arvoreta.

CULTIVO: É bastante rústica e aceita qualquer tipo de solo, mas se dá melhor nos areno-argilosos ricos em matéria orgânica.

FERTILIZAÇÃO: Aplicar NPK, fórmula 04-14-08, cerca de 1 a 5 colheres de sopa (conforme tamanho da planta), sempre ao redor do caule na projeção da copa, nunca junto ao caule, incorporar levemente ao solo e regar em seguida.

UTILIZAÇÃO: De forma isolada, em grupos e renques.

PROPAGAÇÃO: Por sementes, estaquia ou alporquia

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei na chácara onde moro em Mogi Mirim / SP.